Como reciclar de um jeito simples?

Como reciclar de um jeito simples? Quem dera se existisse uma fórmula mágica que funcionasse para todos, simples e fácil! Apesar de não existir, seguindo alguns conceitos básicos, pode-se se tornar mais simples e até prazeroso a reciclagem. Você quer saber como? Primeiramente, vou te dar três dicas.

Primeira:

Antes de mais nada, os recicláveis devem ser separados em duas partes: os secos e úmidos, para evitar contaminação entre eles. Os recicláveis úmidos têm muita água, óleos e gorduras que podem contaminar os secos, como por exemplo o papel.

Os recicláveis secos que estiverem sujos/contaminados precisarão passar por um processo de lavagem para a remoção destas impurezas. Contudo, deixa mais caro a sua reciclagem, e no caso do papel pode ser tornar até inviável.

Esse é um dos principais motivos de separá-los, pois torna todo o processo mais simples, economizando água, energia e o uso de mais produtos químicos.

Segunda:

Como geralmente armazenamos os recicláveis secos por alguns dias em casa, antes de descartá-los, devemos nos atentar aos restos que sobram dentro dos frascos. Nesse sentido, acabam gerando certos desconfortos, pois causam mau cheiro, podendo atrair insetos e roedores, principalmente baratas e formigas.

Exemplos muitos comuns são caixas de leite, creme de lite e leite condensado que sempre sobra um pouquinho. Juntamente com a latinha de refrigerante ou cerveja, a caixa de pizza, potes de requeijão, margarina, etc. Esses são apenas algumas amostras que temos no dia-a-dia.

Para evitar esse tipo de situação, o ideal é que se corte uma pontinha da caixa de leite e deixe escorrer por um ou dois minutos. Porém, no caso do creme de leite, leite condensado, pote de requeijão e margarina, se possível, passar um pouquinho de água e deixar pingar. A latinha de refrigerante e cerveja também é recomendado escorrer antes de armazenar.

A questão de lavar ou não os recicláveis, é muito polêmica e já foi tema de um outro texto aqui no blog, caso ainda não leu, vale a pena conferir. Clique aqui.

Terceira:

Sabemos que os recicláveis ocupam muito espaço, e que nem sempre temos sobrando em casa e muito menos para quem mora em apartamento. Sabemos que isso acaba influenciando diretamente na hora de reciclar. Mas temos algumas dicas simples que vão te ajudar a otimizar o espaço.

Sabe aquela caixa de leite, que do jeito que terminou de usar foi descartada nos recicláveis (assim espero rs)? Se você abrir a caixa, no espaço que cabia apenas uma, agora cabe mais de cinco. Isso mesmo! Do mesmo modo, a garrafa PET de refrigerante está ocupando muito espaço. Que tal dobrar ela? Agora no espaço de uma, cabem três. Os saquinhos plásticos e papéis, se colocados um pouco mais organizados e sem amassá-los um encima do outro, garanto que irá reduzir muito o volume (conforme a foto).

Toda a cadeia da reciclagem sai ganhando

Além destas dicas te ajudarem a reciclar e evitar situações desagradáveis com o mau cheiro, bichos e insetos, e economizar muito espaço no acondicionamento, ajudará muito toda a cadeia dos materiais recicláveis. Assim como beneficiará os catadores e coletores, os depósitos de sucatas, as pessoas que fazem a triagem destas matérias e o meio ambiente.

O coletor que vai recolher esses recicláveis, vai conseguir coletar mais material de uma só vez, pois caberá muito mais em seu carrinho ou carro. Além disso, otimizará o seu tempo e evitará a queima de combustíveis fósseis com mais viagens desnecessárias.

Os depósitos onde os recicláveis ficarão armazenados por mais alguns dias, não terão problemas com o mal cheiro, insetos e roedores. Já as pessoas que fazem a triagem terão uma condição melhor de trabalho, com os materiais limpos, pois em muitas vezes é desumana.

Uma das coisas interessantes nisso é que através da sua atitude de reciclar da forma correta e consciente, vai transformar uma cadeia inteira, beneficiando não só as pessoas que dependem da reciclagem, mas o meio ambiente também.  

Problema que tem solução

A reciclagem é um problema mundial, apesar de alguns países serem exemplos, com altos índices de reaproveitamento. Como a Alemanha liderando com 56% do seu lixo sendo reciclado, Áustria em segundo com 54% e Coreia do Sul com 53%. Isso nos mostra que é possível sim mudar esse cenário. O Brasil, em contrapartida, é uns dos maiores geradores e uns dos que menos reciclam, com aproximadamente 3% apenas.

A cada dia, surgem novas ferramentas, tecnologias e metodologias que buscam facilitar ao máximo a forma de reciclar. Um ótimo exemplo é o Aplicativo da Trash2Money, que foi desenvolvido justamente para isso: facilitar ao máximo para que as pessoas possam fazer a reciclagem. Além do mais, mostra o que pode ser reciclado, retira os recicláveis em sua casa, mostrando os itens que no momento ainda são inviáveis economicamente. E ainda gera um relatório com quantos quilogramas você já reciclou, os litros de água e energia elétrica que economizou com a destinação correta.  

É por isso que a Trah2Money nasceu, para agregar valores às pequenas coisas, mostrar que pequenas atitudes podem transformar nações inteiras. Juntos ajudaremos o meio ambiente!

2 thoughts on “Como reciclar de um jeito simples?”

  1. Pingback: A separação correta dos materiais recicláveis | Trash2Money

  2. Pingback: Dica do TrashApp – Falta de espaço para reciclar | Trash2Money

Deixe uma resposta