Economia circular

Economia circular

A economia circular é um conceito alinhado com o desenvolvimento sustentável.

Tem por objetivo a gestão eficiente dos recursos naturais através de novos modelos de negócios e otimização dos processos de fabricação com menor dependência de matéria-prima virgem, priorizando insumos mais duráveis, recicláveis e renováveis. 

O conceito evoca uma reflexão acerca do desenho, produção e comercialização dos produtos com vistas para o uso e recuperação inteligente dos recursos naturais. Ou seja, visa aperfeiçoar o sistema econômico que está mais enraizado na nossa sociedade atualmente denominado economia linear.

Economia linear X Economia circular

A economia linear se baseia na extração dos recursos naturais, produção de bens e descarte de rejeitos. Nesse modelo, a maximização do valor dos produtos ocorre pela maior quantidade de recursos extraídos e produção, impulsiona o consumismo.

É um modelo insustentável que tem se provado cada vez mais inviável, pois provoca o esgotamento dos recursos finitos e gera grande quantidade de resíduos.

A economia circular “ultrapassa o âmbito e o foco das ações de gestão de resíduos e de reciclagem, visando um escopo mais amplo que engloba desde o redesenho de processos, produtos e modelos de negócio, até a otimização da utilização de recursos” (Portal da Indústria). 

Nesse modelo, os materiais são aproveitados em cadeia de forma cíclica e os recursos naturais são valorizados em todas as etapas produtivas. Assim, apresenta potencial para reverter danos ambientais como o aquecimento global e a poluição, por exemplo.

Desafios e oportunidades

O conceito vem sendo cada vez mais discutido no mundo dos negócios, pois sua prática representa uma série de oportunidades para empresas de diversos segmentos.

Tem como vantagem novas fontes para investimentos, otimização da utilização de matérias-primas, menos desperdício, aumento da geração de empregos, maior eficiência operacional e oportunidade para novos negócios.

Ademais, a International Organization for Standardization (ISO) vem trabalhando na elaboração de uma norma relacionada ao assunto.

Segundo a ISO, “utiliza uma abordagem sistêmica para manter o fluxo circular dos recursos, por meio da adição, retenção e regeneração de seu valor, contribuindo para o desenvolvimento sustentável”.

Um dos desafios para implementação da economia circular é o desenvolvimento de modelos de negócios que agreguem valor ao produto ou serviço das empresas, transformando-os matéria-prima para outros produtos em um ciclo contínuo, por exemplo.

Por isso a busca por processos de reciclagem mais eficientes e de menor custo é tão importante, pois todo o processo de reciclagem acaba gerando novas tributações, atingindo um valor final mais caro do que um produto novo.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) implementada pela Lei nº 12.305/10, é uma importante aliada na superação desses desafios,

Após sua implementação, todos os envolvidos no ciclo produtivo se tornam responsáveis pela diminuição dos resíduos sólidos e pela adoção de práticas mais sustentáveis.

Portanto, “a criação de novas ações com o intuito de evoluir e propagar a reciclagem como algo vantajoso, não somente ao meio ambiente, mas também financeiramente, poderia ser uma solução para os desafios econômicos da reciclagem no país” (Portal da Indústria).

O que a Recicla.se tem a ver com a economia circular?

A Recicla.se gera impacto socioambiental positivo para que sua empresa possa ser mais sustentável e eficiente. Através da tecnologia, otimizamos a cadeia logística da reciclagem, solucionando o desafio do descarte dos resíduos sólidos recicláveis.

Além disso, somos a solução ideal para todo tipo de resíduo sólido reciclável em qualquer perfil de empresa. Temos o melhor custo benefício do mercado para que sua empresa consiga atingir os objetivos de desenvolvimento sustentável e legislações vigentes.

Acreditamos em mundo mais sustentável, justo e inclusivo. Nossa primeira prioridade é com nossos clientes, coletores e todos que utilizam a recicla.se como meio a se atingir um meio ambiente mais sustentável. 

Deixe uma resposta