Reciclagem de Papel e Aparas

reciclagem de papel e aparas

Vamos falar um pouco sobre a reciclagem do papel e aparas e sua importância em termos econômicos e ambientais.

As aparas de papel são sobras do material cortado ou aparado, seja de papéis que já foram usados ou oriundos de processos de produção.

Assim, considera-se que o papelão, papel branco, jornal, revista, papel misto, embalagens longa vida, aparas gráficas (como cartão e cartolina, por exemplo), embalagens de papel e refiles em geral são aparas de papel.

Essas aparas são recicláveis e caracterizadas como sobras “pré-consumo”, pois são puras e livres de impurezas.

Já os papéis “pós-consumo” são os diferentes tipos de papéis e artefatos descartados pelos usuários finais.

Após utilização e podem conter elementos inadequados, como metais, cordas, vidros, madeiras etc, conforme explica a Aparas Macedo.

A empresa explica, ainda, que existem diferentes tipos de aparas de papel, onde os mais usados são o branco, o colorido, o Kraft, jornais, cartolinas, ondulados, revistas e os de tipografia.

Ela explica também que na maior parte dos casos, utiliza-se uma escala que parte do I até VI para classificar o material.

A classificação pode ser de acordo com parâmetros de umidade, nível de impurezas, teor máximo de substâncias proibitivas, classificando como de pré-consumo ou pós-consumo.

Segundo o CEMPRE, no Brasil, a disponibilidade de aparas de papel é grande. Mesmo assim, as indústrias precisam periodicamente fazer importações de aparas para abastecer o mercado.

Reciclagem

No Brasil,  o papel é um dos materiais com maior taxa de reciclagem, segundo o CEMPRE.

De acordo com a associação, grande quantidade de aparas de papel reciclável é utilizada na fabricação de outros produtos, como telhas, sem ser computada nas estatísticas de recuperação.

Além dos papéis que não são passíveis de reciclagem, como os higiênicos, que contém impurezas. Se houvesse uma avaliação desses quesitos, a taxa de recuperação subiria expressivamente.

Ao falar em reciclagem do papel e aparas é importante ressaltar dois pontos:

A CBS Aparas de Papel coloca que é importante não misturar os papéis com outros materiais, como plástico, metal e papel carbono, nem papéis muito sujos.

O contato com outras substâncias impossibilita o processo de reciclagem e reaproveitamento do material descartado. Por isso é importante se atentar à isso ao separar e descartar o material para a reciclagem.

Outro ponto importante a se atentar é que o papel não pode ser reciclado infinitas vezes, pois as fibras perdem a resistência e as características que definem o tipo do papel.

Por isso, será sempre necessário o uso de fibras virgens originárias das florestas plantadas para viabilizar a produção e atender às necessidades de consumo da população, explica o CEMPRE.

Por isso que a reciclagem de materiais como o papel é essencial quando o assunto é preservação ambiental e desenvolvimento sustentável.

Além de reduzir o volume de resíduos que vai para o aterro sanitário, reciclar papel e aparas contribui para a preservação de florestas, economia de água e energia.

De acordo com a  Aparas Carvalho, para cada tonelada de papel reciclado, 350 m² de floresta são preservados e 5 mil KW/h de energia e 98 mil litros de água são economizados.

Destine papel e aparas para a reciclagem

Tanto as empresas que reciclam o papel, como as que o destinam para a reciclagem, possibilitam que haja menor consumo de recursos naturais, bem como o acúmulo de resíduos em aterros sanitários.

Inclusive, a maioria do papel que vai para reciclagem provém de atividades comerciais e industriais (Aparas Carvalho).

Portanto, se você ou sua empresa gera esse tipo de resíduo, não descarte em qualquer lugar, destine para a reciclagem.

A recicla.se te ajuda com isso! Promovemos a coleta, monitoramento, destinação e certificação dos seus resíduos sólidos recicláveis, para que sua empresa seja mais eficiente e sustentável.

Acesse nosso site clicando aqui e entre em contato!

Deixe uma resposta